CERÂMICA EM DIAGONAL(p/cômodo retangular)COMO ASSENTAR PASSO A PASSO

Em uma postagem anterior foi mostrado como assentar cerâmica diagonal em piso para cômodos quadrados,nesta, estarei mostrando o passo a passo para cômodos retangulares,na primeira postagem foi feita uma simulação em um espaço de 1,90 cm por 1,90 cm, onde as peças não foram fixadas e os recortes também  não foram feitos ,nesta, estarei fixando as peças em um espaço de 2,95 cm por 3,50 cm e dando algumas dicas de recortes simples e recortes mais complicados.vamos ao passo a passo.


imagem cedida pelo amigo Roberson



FORMANDO UM QUADRADO DENTRO DE UM RETÂNGULO

Essa e basicamente a fórmula principal para que o corte em diagonal em um cômodo retangular,venha alcançar um melhor desempenho,ganhando tempo,menos desperdícios e um acabamento mais perfeito, uma vez que pela lógica todos os recortes,basicamente deverão coincidir pelo menos nas paredes opostas.Observe esquema abaixo e veja o que deverá ser feito no espaço que eu irei trabalhar.

Como havia dito o espaço que irei trabalhar é em uma garagem e a medida que pretendo assentar as cerâmicas é de 2,95 cm por 3,50 cm percebam que eu tenho 03 pequenos obstáculos, o 1º no canto superior esquerdo eu tenho uma parede que faz parte de uma cruzeta que apoia uma caixa dágua e 2º no canto superior esquerdo eu tenho um pequeno piso elevado de 15 cm de altura,e 3º a minha parede da esquerda é de um muro e a minha direita tenho o limite de uma calçada e há entre as duas uma diferença de esquadro,devido a esses problemas o assentamento desse piso, acarretou uma pequena diferença no acabamento final, mas com certeza para um quarto ou sala em que não haja nenhum obstáculo com certeza você não terá surpresas como eu tive

01


Perceba pela imagem abaixo que eu fiz um quadrado dentro do retângulo, ou seja peguei a parte menor do comodo que é de 2,95 e joguei nos lados de 3,50 e fiz um quadrado de 2,95 cm simbolizado pela linha amarela:


02

Nessas condições os dois lados esquerdo e direito, deverão ficar com os recortes iguais porem os cantos superior e inferior não, mas isso poderá ser corrigido centralizando o quadrado dentro do retângulo, perceba que se tirarmos 2,95 de 3,50 nos sobraria uma diferença de 55 cm, que poderão ser dividos nos cantos superior e inferior dando a cada um 0,275 cm, conforme imagem abaixo:

03

veja abaixo um vídeo onde faço uma simulação do que deverá ser feito usando dois pedaços de cerâmicas, onde a parte preta simboliza  a área geral e a parte branca o quadrado onde iremos trabalhar.


video04




FIXAÇÃO DA PEÇA CENTRAL OU DA PEÇA GUIA

Acompanhe agora uma sequencia de imagens do que deverá ser feito após ter encontrado o nosso quadrado dentro do retângulo.

Primeiro iremos cruzar uma linha diagonal(verde) dentro do  nosso quadrado;
05




 06.você pode fazer isso cravando um prego em ambos os lados e esticando uma linha de nilon
07.dessa maneira.

Depois 02 peças de ceramicas deverão ser colocadas em cada uma das extremidades de maneira que essa linha diagona que esticamos(verde),divida as peças rigorosamente ao meio e depois uma linha (vermelha)deverá ser esticada nas pontas dessas 2 peças,é essa linha(vermelha)que será o nosso guia para assentar as outras peças.veja:


08
09

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23


FIXANDO A PEÇA CENTRAL OU PEÇA GUIA

A próxima etapa então será remover essas 2 peças que estavam nas extremidades e traçar uma outra linha diagonalmente, que será representado por uma segunda linha verde, formando  um ''X'' dentro de nosso quadrado, na sequencia, uma peça deverá ser fixada exatamente no meio desse ''X'',tomando a segunda linha que traçamos(vermelha)como referencia,perceba que a peça fixada deverá ter as metades idênticas cortadas pela linha verde. veja;

24

25

Como a minha peça tem 43 cm a divisão ficou assim:

26

ASSENTANDO AS DEMAIS PEÇAS

A lógica para essa técnica de assentamento de cerâmica é de que as peças tenham recorte iguais nos lados esquerdo e direito e nos lados superior e inferior desde que a área trabalhada esteja dentro do esquadro, se você preferir pode fazer uma simulação de peças soltas  tomando por base a linha guia(vermelha) e condicionar os recortes da melhor maneira possível jogando os pedaços para os cantos de sua preferencia,mas tomando por base o que foi visto até aqui, o próximo passo é assentar todas as outras peças com base em nossa peça central,ficando a seu critério o melhor lado para assentar as peças.veja imagens e video logo abaixo:

27

28

29

30

31

32


video33

TÉCNICAS DE RECORTE DIAGONAL

Como essa foi a minha primeira experiencia em assentamento de piso em diagonal,tive que improvisar algumas técnicas de recorte de peças e diga-se de passagem, as vezes são recortes meio complexos,mas que no final acabam dando certo,quero que os colegas tenham a liberdade de desenvolver também os seus próprios métodos não tomando esses mostrados nos videos abaixo como a única forma,veja:

video34



RESULTADO FINAL

Então esse é o resultado final de minha primeira experiencia em piso diagonal,apesar de dar mais trabalho a sua colocação, o resultado é excelente,como havia dito, com certeza se o seu comodo estiver em melhores condições de esquadrinhamento que esse mostrado, o resultado será bem mais satisfatório.
Veja video e imagens abaixo, inclusive do meu amigo Roberson Garcia que igual a mim também resolveu arregaçar as mangas e cair pra dentro da obra fazendo um serviço perfeito,mostrando para o pessoal de que quando se tem força de vontade é possível fazer qualquer coisa,muito obrigado ao amigo Roberson por autorizar a publicação dessas imagens aqui no blog.


casa Roberson

casa Roberson

 casa Roberson


video35
36

37


38


39


40

41



42